Textos


Pingos de sentimentos

Tangido pela força que me faz sonhar
Abrindo o sacrário das minhas lembranças
Vejo o passado erguer-se diante de mim
Tendo os olhos nevoados de saudade
Com o coração banhado na luz da vida
Sentindo a emoção de tudo que já senti
Buscando de volta minha alegria deixada
No silêncio perdido na imensa solidão
Na tristeza as lágrimas espargidas
São pingos de meus sentimentos
Recordações do teu disperso, distante olhar
Agora, no silêncio busco tua imagem
Tingida de luz brilhante e harmoniosa
Tenho os olhos marejados de sonhos
Entendendo o silêncio da tua ausência
Enxergando as lagrimas espargidas no espaço
Transformadas em brilho, encanto e ternura
Tendo como testemunho o frescor
Na varanda tal uma melodia trazida
Pela brisa sorridente da manhã
Com o brilho radiante do Sol nascente
Antonio de Albuquerque
Enviado por Antonio de Albuquerque em 18/02/2019
Alterado em 21/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr