Textos


Foto Google
Antonio de Albuquerque
 
Inesquecível Lembrança

As nuvens em forma de cogumelo
Branqueando a imensa montanha
Morada de jaguatiricas e ipês amarelos
No prado, velha casa de tijolo aparente
Ornada com extenso e belo alpendre
Nas paredes corroídas pelo tempo
Arreios de montaria dependurados
Aformoseando vasto terreiro enfeitado
Com borboletas, colibris e onze horas
Dentro, um salão e mesa de Jacarandá
Nos campos lindos do lugar, a brisa
Suave desfraldava ínfimos buquês
De rosas, onze horas, flores miúdas
Brancas, amarelas, açucenas e carmins

Ah... como era tão bonito! A Lua cheia
Prateando a montanha de pedras
Orvalhadas por nutrientes em forma
De sereno encantado da lua movedora
Nas frias madrugadas contemplando
A Lupunamanta, encantamento e mistério
Esse, um singelo lugar, belo e justo, bem
Denominado, casa grande secular
Na simples cozinha uma mesa para
Refeições e um fogão a lenha
E, sobre as trempes um bule azul
Com quentinho e cheiroso café
Torrado no inolvidável pilão da vovó
O rumorejar das vacas no curral,
Parecia suave música cheirosa
Beber leite mugido era pura ciência

Era manhã, o Sol anunciava novo
Amanhecer de pura claridade
Na aurora radiante, brilho e pureza
Raios de ouro penetravam
Por entre as brechas arbitrarias
Da janela, desfraldando ao vento
Alvíssimas cortinas de macia renda,
Bordadas de azul e rosa suave

No alto a natureza pintando o céu
Parecia uma manzorra de fogo
No terreiro, o amado cachorro, latia
Querendo afugentar alegres passarinhos
Que embevecidos, buscavam
Carmesins sementes da aroeira
Centenária, testemunha presente
De acontecidos marcantes, venturosos
Surgidos naquele suntuoso e alegre
Lugar de imperioso silêncio do tempo

Guardando em memória abstrata
Uma história milenar de lembranças
Narrada em realidade e recordações
Revelando misteriosos segredos da vida
Com intensa clareza e simplicidade amorosa
Tudo passa, mas ficam as lembranças.
Antonio de Albuquerque
Enviado por Antonio de Albuquerque em 20/08/2019
Alterado em 20/08/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr