Textos



Foto Google
Antonio de Albuquerque
 
Nova Desordem Mundial
 
Quais dantescos monstros fugindo de amaldiçoada
Masmorra parecendo cães raivosos cadenciados
Pela força satânica, nascedouro da mentira
Onde a ordem (desordem) mundial se esconde
Protagonizada pelas maiores fortunas da Terra
Homens-monstros escravos do dinheiro e do crime
Organizado, circulando pela Terra granjeando
Inocentes prosélitos dispostos a vender a alma
Disseminando a mentira, o ódio e a traição
Na memória escura criminosa ocultando domínios
Satânicas presas no inconsciente de vândalos
Sentenciados ao ostracismo, mas a eles concedido
Pelo criador, nova oportunidade para colher o plantio
Semeando o bem, mas dele esquecendo, e mais uma vez
Levando ao padecimento à humanidade, plantando
No astral inferior, terra, dor e sofrimento, buscando
Saciar desejos infames, usando a humanidade inocente
Como nefasto instrumento de destruição do Planeta
Exercendo sua maléfica força na Terra, afetada por
Incontáveis guerras, mentiras, desditosa corrupção
E tentativa de domínio sobre nações indefesas
Os dirigentes da nova ordem são destacamentos
Satânicos encarnados, exercendo suas maldades
Mas, pelo Criador serão vencidos, qual fez o profeta
Elias, degolando com sua espada novecentos sacerdotes,
Quais esses que estão encarnados promovendo desgraças
Sobre a Terra. A verdade sempre triunfará sobre a mentira
Hoje, disseminada no mundo inteiro.







 
Antonio de Albuquerque
Enviado por Antonio de Albuquerque em 12/09/2019
Alterado em 12/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr