Textos



Foto Google

Querer bem

Enxergando um vazio, no querer
Nessa indecisão, receias consentir
Se queres ainda há tempo de amar
Num intenso espaço de sublime ternura
Tua sentida ausência me traz saudade
Você entrou na minha vida tal aroma
Mostrando um céu que eu sonhava
Tal fossem olhos do venturoso amor
Se espargindo do céu dos meus sonhos
Adornando saudade na dança da solidão
Com o pensamento boiando no espaço
Nos vejo em um presente só coração
Nada maior que nosso sonho íntimo
Do querer, sentir, viver, sonhar, amar
Com sonhos materializamos conquistas
Que em nosso peito pulsátil faz expor
Belos sonhos de encanto e ternura
Sentimento lindo de meiguice e carinho
Saudoso das boas conversas de ontem
Na expectativa das palavras do amanhã
Tal a planta o amor se renova no floral
Para os que amam com igual sentimento.

 
Antonio de Albuquerque
Enviado por Antonio de Albuquerque em 10/05/2020
Alterado em 14/05/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr